23
Dom, Abr
7 Novos artigos

"... E o verbo se fez carne e habitou entre nós..." Jo 1,14

Era uma vez um homem chamado Mogo, que costumava olhar o Natal como uma festa sem o menor sentido.

Leia mais...

Toda a celebração cristã é uma permanente vinda do Senhor em nossa vida pessoal, em nossa comunidade e em nossa história. Ele vem ao nosso encontro no presente e no futuro, como veio no passado. Ele é caminheiro fiel na grande peregrinação que fazemos rumo à casa do Pai. Ele é o Emanuel, o Deus-conosco com quem descobrimos sempre de novo quem somos, o que queremos e para onde vamos. E de maneira especial celebramos isso no Natal.

Leia mais...

padrevocacaoO recente documento da CNBB, nº. 100, 'Comunidade de comunidades: uma nova paróquia – A conversão pastoral da paróquia', em seu capítulo 5, tem como título 'Sujeitos e tarefas da conversão pastoral'.

Leia mais...

Há 50 anos, a Igreja do Brasil realiza no período da Quaresma uma campanha que visa vivenciar e assumir a promoção da fraternidade entre seus filhos nas dimensões comunitária e social, justamente no período em que se preparam para a grande celebração da festa da Páscoa, centro da fé católica.

Leia mais...

As Conferências Episcopais tiveram importante participação no evento conciliar. Colaboraram oferecendo nomes para as comissões conciliares e participaram de reuniões nacionais e supranacionais. Todavia, o Concílio não explicita a relação entre Colegialidade e Conferência Episcopal e, por causa da discrepância de opiniões entre os padres conciliares, renuncia a indicar a fundamentação teológica da última.

Leia mais...

Em um de nossos artigos abordamos o “Pacto das Catacumbas” firmado por alguns Padres Conciliares comprometidos com os pobres. O Pacto levou alguns bispos a abandonar a realidade e a aparência de riqueza e poder.

Leia mais...

Embora tenha escolhido como ponto de partida a Igreja universal, o Vaticano II oferece elementos para a teologia da Igreja local, ainda que embrionária. Estes elementos podem ser encontrados nos seguintestextos conciliares: LG 13, 23, 26-28 e 45; CD 11, 27, 36-38; PO 7; AA 26; UR 4. Pode-se acrescentar ainda: AG 4, 10, 15, 22 e 38.

Leia mais...

Quase todos os documentos conciliares abordam direta ou indiretamente os Bispos e seu ministério. Apresentaremos alguns exemplos que nos ajudam a compreender a teologia do Ministério e do Episcopado presente no Vaticano II. Priorizaremos a Constituição Dogmática Lumen Gentium e o Decreto Christus Dominus.

Leia mais...

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), criada em 14 de outubro de 1952, constitui o órgão máximo da coordenação pastoral do país. Anualmente os bispos se reúnem em assembleia, além de manter um Conselho Permanente que encaminha os trabalhos da Conferência.

Leia mais...
Pastoral da Esperança de Marília
Área de dowloads