14
Qui, Dez

No dia 04 de março aconteceu a reunião da Sub-região de Botucatu da Pastoral Carcerária em Marília, na paróquia Sagrado Coração de Jesus. O encontro foi das 8h às 13h e contou com a presença do coordenador da sub-região, Pe. Orlando de Almeida Alves, de Assis e mais 29 pessoas das dioceses: Marília (14), Araçatuba (2), Lins (6), Bauru (4), Ourinhos (2) e Assis (mais uma) e do coordenador estadual da pastoral carcerária, Deyvid Tadeu Livrini Luiz.

Na manhã do dia 9 de julho, no Centro Catequético “D. Osvaldo Giuntini”, da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, a Equipe coordenada pelo Pe. Ademilson L. Ferreira (Coordenador do CDP da diocese de Marília), acolheu no Encontro de formação da Pastoral Carcerária (PCr) do Subregional de Botucatu, 60 agentes de Pastoral, das dioceses de Assis, Bauru, Marília, Lins e Ourinhos.

pNo domingo, na Paróquia Nossa Senhora da Gloria, em Tupi Paulista, realizou-se a Assembleia diocesana da Pastoral Carcerária (PCr) de 2015. Nesta, estiveram presentes agentes das três regiões pastorais (oito paróquias), contado com cerca de 35 pessoas entre participantes e equipe de apoio.

O evento passará por todas as 24 Regionais da instituição para então, em dezembro, ser realizada a Conferência Estadual. O ciclo adota uma metodologia de trabalho participativa, que valoriza os mecanismos de interação entre os Defensores Públicos e a sociedade civil, representada por meio dos delegados eleitos nas Pré-Conferências.

reuniaodoclero-pcrEm 16 de setembro, ao longo da Reunião Geral do Clero da Diocese de Marília, na cidade de Adamantina, na Casa Paroquial Dom Osvaldo Giuntini, a coordenação diocesana da Pastoral Carcerária (PCr) apresentou ao clero o quadro penitenciário atual no Brasil, Estado de São Paulo e na Diocese, assim como, o serviço prestado pela pastoral.

pastoralcarceraria2O Estado de São Paulo concentra a maior população carcerária do país. Nossa Diocese, especificamente, reúne grande número desta população. Nosso primeiro plano diocesano de pastoral aponta o desafio da pastoral carcerário como algo urgente.

assembleiapastoralcarceraria201303No domingo, 27/10, realizou-se na cidade de Tupã, no Centro de Convivência Ms. Afonso Hafner, a anual assembleia diocesana da Pastoral Carcerária (PCr.).

ir-gabrielaFaleceu ontem em Verona, na Itália, a querida Irmã Gabriela Biagini, das Irmãs da Misericórdia, que têm comunidades em Álvaro de Carvalho e Junqueirópolis em nossa diocese.

A Ir. Gabriela dedicou grande parte de sua vida no trabalho nos cárceres, principalmente em nossa diocese.

No domingo (24/2), pela manhã, cerca de 30 leigos católicos participaram de uma reunião com a coordenação da Pastoral Carcerária (PCr) Diocesana de Marília, na cidade de Dracena, no centro pastoral da Paróquia São Francisco de Assis.DSC 0027

assembleia2012-4O coordenador diocesano da Pastoral Carcerária, Pe. Valdo Bartolomeu de Santana, apresentou nota sobre situação do sistema prisional em SP.

A Pastoral Carcerária realizou, na manhã de 28 de outubro, sua assembleia diocesana, em Junqueirópolis.

carceraria2012-7De 27 a 29 de abril aconteceu a assembleia estadual da Pastoral Carcerária em Itapetininga. A assembleia foi uma das mais esperadas do últimos anos, pela busca de respostas aos desafios atuais da superlotação e problemas de saúde nos cárceres. Éramos cerca de 80 agentes de todo o estado, contando com o coordenador estadual Deyvid Livrini,  com o Pe. Valdir João Silveira, coordenador nacional da Pastoral carcerária e com o novo bispo responsável em acompanhar a pastoral, Dom Otacílio Luziano da Silva.

carc-sub1No dia 17 de março aconteceu, em Araçatuba, a reunião da Sub-Região de Botucatu da Pastoral Carcerária. É a primeira das 2 reuniões que acontecem no ano; uma em cada semestre.

A reunião aconteceu das 8h às 14h e contou com a presença do coordenador da Pastoral Carcerária da Sub-Região, Pe. Valdir Silvestre, de Araçatuba, e mais 14 pessoas das dioceses de Marília, Araçatuba, Lins, Bauru e Assis. Nossa Diocese de Marília esteve representada por três pessoas

Após a oração inicial e apresentação dos presentes, levantou-se a discussão da realidade de penitenciárias e atendimento da pastoral na Sub-Região.

A realidade é alarmante. O Estado de São Paulo conta atualmente com cerca de 160 unidades prisionais, sendo que 60 estão em nossa Sub-Região, ou seja, mais de um terço. Lamentavelmente, muitas unidades prisionais ainda não contam com a visita de agentes da pastoral carcerária. Um desafio constante. Sugeriu-se de agendar uma reunião com os bispos da Sub-Região pedindo uma atenção especial e socorro ao trabalho da pastoral carcerária, considerando os números atuais inflacionados de penitenciárias em nossa região.

Outro dado preocupante: a Diocese de Marília conta com cerca de 17.000 detentos, o que representa ser uma das dioceses com maior população carcerária do Brasil  e do mundo. 

Um dos desafios da pastoral carcerária, além da constante superlotação nos cárceres, é a questão da saúde. A atual falta de atendimento médico nas unidades tem gerado problemas diversos: mais doentes nos cárceres, insegurança para os funcionários do sistema, congestionamento no sistema médico dos municípios que acolhem os detentos em suas unidades de saúde gerando insegurança e revolta na população das cidades que recebem os detentos. Esse tema será o principal da Assembleia Estadual da Pastoral Carcerária a ser realizado em abril na cidade de Itapetininga.

O CONSEG(Conselho de Segurança Municipal) de Tupi Paulista, em parceria com a pastoral carcerária e batalhão da policia militar, enviará uma moção requerendo ao Estado o atendimento preventivo dos médicos nas unidades prisionais masculina e feminina locais. Essa moção será enviada como modelo para os CONSEGs da região.

A reunião foi muito proveitosa como partilha, discussão de temas atuais e renovação das forças dos agentes da pastoral carcerária para a missão que lhes foi confiada.

Pe. Valdo Bartolomeu de Santana
Coordenador Diocesano da Pastoral Carcerária

assembleia_pcarc19A pastoral carcerária de nossa diocese realizou sua Assembleia anual no último dia 16 de outubro na cidade de Osvaldo Cruz. O evento teve início às 8h30 com a acolhida dos agentes de pastoral seguida da oração inicial. Em seguida o Pe. Valdo Bartolomeu de Santana apresentou a realidade carcerária do Brasil, São Paulo e nossa diocese: os desafios e as propostas da pastoral carcerária. Apresentou ainda um material de catequese para ser usado nos cárceres.

carceraria-estadual-5Nos dias dia 13 a 15 de maio de 2011,  no Seminário Maria Imaculada, em  Brodowski , aconteceu a Assembleia Estadual da Pastoral Carcerária.

Participaram cerca de 90 pessoas de todo o estado de São Paulo, além de membros da coordenação nacional da pastoral, vindos dos estados de Goiás e Espírito Santo, entre eles o coordenador nacional, Pe. Valdir João Silveira.

No dia 20 de março, a partir das 7h30, em Tupi Paulista, a pastoral carcerária teve sua primeira reunião na região 3. Após a celebração da santa missa na capela Nossa Senhora Aparecida, os membros da pastoral carcerária dirigiram-se até o salão paroquial da igreja matriz Nossa Senhora da Glória.

A reunião teve como objetivo descobrir como está o atendimentos nos cárceres na região, animar os grupos existentes e vislumbrar a programação de atividades para o ano. Estavam na reunião 18 pessoas, sendo 10 de Tupi Paulista, 4 de Pacaembu e 4 de Junqueirópolis.