16
Sab, Dez

Neste domingo, a Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida de Dracena sediou a missa com participantes da região III, entre Flórida Paulista a Panorama. Foi aberta a Porta Santa em comemoração ao Ano da Misericórdia determinado pelo papa Francisco.

Na noite de Domingo, dia 25, na Igreja Santa Cecília de Álvaro de Carvalho, foi celebrado com imensa alegria os 50 anos de vida religiosa (Jubileu de Ouro) da Irmã Cecília que pertence a Congregação das Irmãs da Misericórdia, a celebração foi presidida pelo Padre Angelo Fornari, onde contou com a presença de amigos e familiares, tudo preparado com muito carinho pela comunidade, para que este dia fosse inesquecível, afinal comemorar 50 anos é comemorar um SIM dito, repetido e vivido todos os dias.

Aproximadamente mil e quinhentas pessoas se reuniram na manhã de ontem, em Tupã, para a realização da quadragésima edição da assembleia diocesana. Com tom festivo, a iniciativa lembrou a atuação dos consagrados na evangelização da Alta Paulista e ainda por meio do Fundo de Solidariedade destinou R$ 127.629.00 a projetos sociais.

É um erro pensar que o cristão expressa o seu ser Igreja apenas na comunidade eclesial. Se assim acontece, ela acaba caindo no fechamento comunitário, o comunitarismo. Deve haver uma coerência entre ser Igreja e ser cidadão, e uma firme busca por traduzir no âmbito da sociedade política e civil, o ser cristão (Estudos 107 – CNBB)

Em celebração eucarística que reuniu cerca de 800 devotos, o frade Lucas Lisi Rodrigues fez seus votos religiosos de pobreza, obediência e castidade. “O homem vale o que é diante de Deus e mais nada” foi o pensamento de São Francisco que o jovem frei escolheu como lema.

Em celebração Eucarística presidida pelo bispo diocesano, dom Luiz Antônio Cipolini, sete seminaristas foram instituídos leitores e, outros sete, investidos acólitos, no último domingo, dia 16, na Catedral. Com o rito do leitorado e acolitato, os candidatos às Ordens Sacras dão um passo significativo no discernimento vocacional.

Nos dias 25 a 28 de junho, Dom Luiz Antonio Cipolini fez sua Visita Pastoral a Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Flórida Paulista. Durante a visita realizou reunião com as lideranças, conheceu as comunidades, visitou o presidio, Emei, Santa Casa, asilo e a escola) e realizou o encontro com a pastoral da saúde da Região III.

Nos dias 25 a 28 de junho, Dom Luiz Antonio Cipolini fará a Visita Pastoral a Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Flórida Paulista. Durante a visita está programado reunião com as lideranças, conhecer as comunidades, visitas sociais (presidio, Emei, Santa Casa, asilo e a escola) e o encontro com a pastoral da saúde da Região III.

Reunidos, em Aparecida (SP), entre os dias 7 e 10 de abril, cerca de 2 .200 consagrados e consagradas, entre eles três religiosos e três religiosas da nossa diocese de Marília, encontraram unidade na diversidade de carismas e expressões entre Consagrados e Consagradas de vida ativa, contemplativa e missionária. O cardeal Dom Raymundo Damasceno demonstrou admiração pelo número de participantes e se manifestou contente com a presença de tantos religiosos e religiosas em sua Arquidiocese. “De fato, ter 2.200 religiosos reunidos aos pés de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, é algo, realmente extraordinário”, afirmou.

No último dia 21 de Março nas dependências do Lar Santo Antônio e da acolhida generosa das Irmãs dos Pobres de Santa Catarina de Sena na cidade de Tupã, a CRB (Conferencia dos Religiosos do Brasil) da Diocese de Marília estiveram reunidos para sua assembleia eletiva.

Na noite de terça-feira (31) foi realizada Paróquia São Pedro Apóstolo em Tupã,a Missa com Bênção dos Santos Óleos e renovação das promessas sacerdotais. Foram abençoados os Óleos do Crisma, dos Catecúmenos e dos Enfermos. A cerimônia foi presidida pelo Bispo Diocesano Dom Luiz Antônio Cipolini, e concelebrada pelo Bispo emérito Dom Osvaldo Giuntinipelos e padres diocesanos, religiosos e diáconos.

Pagina 3 de 4