18
Sab, Nov

Dom Osvaldo celebra 81 anos na próxima terça-feira

Clero

O bispo emérito de Marília, Dom Osvaldo Giuntini, celebra amanhã, dia 24, seu 81º aniversário natalício. A data será celebrada com missa em ação de graças, às 19h30, no Santuário Nossa Senhora da Glória, no centro de Marília.

81 ANOS

Nascido em São Paulo, Dom Osvaldo foi ordenado presbítero no dia 8 de dezembro de 1963 na capital paulista. Inicialmente do clero de São Paulo, foi incardinado à Diocese de Jundiaí após sua criação. Nomeado e ordenado bispo em 1982, no mesmo ano chegou a Marília como bispo auxiliar.

Assim que o Papa João Paulo II aceitou o pedido de renúncia de Dom Frei Daniel Tomasella, assumiu o governo da Diocese de Marília, por direito de sucessão, o então bispo coadjutor, Dom Osvaldo Giuntini que, no dia 9 de dezembro de 1992, tomou posse como o terceiro bispo diocesano de Marília.

Como auxiliar, por dez anos Dom Osvaldo acompanhou seu antecessor que lhe conferiu a missão das visitas pastorais e também a coordenação de pastoral. Desta maneira, ao assumir o pastoreio da Diocese de Marília, o terceiro bispo diocesano, assessorado pelos conselhos, intensificou estes trabalhos fazendo com que seu lema episcopal, “Dou-vos a minha vida”, se fizesse verdade na construção do Reino de Deus em todas as comunidades que compõem o território diocesano.

VOCAÇÕES

Uma das prioridades de seu episcopado sempre foi o acompanhamento e a relação fraterna com os padres e seminaristas. Mensalmente visitou as casas de formação da Diocese e, com solicitude, auxiliou os vocacionados e os ministros ordenados em suas necessidades.

O prédio do Instituto Teológico Rainha dos Apóstolos começou suas funções formativas no ano de 1963 como Seminário Diocesano Menor São Pio X. Após passar por diversas instalações, o atual prédio, agora intitulado de Propedêutico, onde os vocacionados da Diocese de Marília passam seu primeiro ano de estudos e orações, foi construído no governo de Dom Osvaldo.

A cerimônia de inauguração aconteceu no dia 1º de maio de 1996, no 33º aniversário de instalação do primeiro prédio. Na presença de padres, religiosos, seminaristas, colaboradores e fiéis, Dom Osvaldo abençoou o novo prédio e presidiu a celebração de consagração e dedicação do altar da capela da casa formativa.

Até 2003, os seminaristas da Província Eclesiástica de Botucatu, que compreende as Dioceses de Araçatuba, Assis, Bauru, Botucatu, Lins, Marília, Ourinhos e Presidente Prudente, cursavam Filosofia no Seminário Provincial Sagrado Coração de Jesus (desde 1985) e Teologia no Instituto Teológico Rainha dos Apóstolos (a partir de 1983).

Juntamente com os demais bispos, Dom Osvaldo Giuntini trabalhou com afinco na criação da Faculdade João Paulo II (FAJOPA), de Marília, cujos bispos da Província, exceto o de Ourinhos, integram a Entidade Mantenedora da instituição de ensino superior (Associação Cultural e Educacional Interdiocesana – ACEI).

Fruto do esforço de Dom Osvaldo, dos bispos da época e dos padres professores, além da formação intelectual dos ministros ordenados e leigos engajados na pastoral das Dioceses que compõem a Província Eclesiástica, há mais de 10 anos a FAJOPA proporciona a toda a comunidade acadêmica da região os cursos de Licenciatura em Filosofia e Bacharelado em Teologia. Recentemente a instituição passou a oferecer o curso de Teologia em EAD (Educação à Distância) e também Pós-Graduação em Catequese e Mestrado em Direito Canônico.

PASTORAL

Preocupado com a formação dos agentes de pastoral, no início de seu episcopado, Dom Osvaldo mobilizou toda a Diocese para a realização do projeto Revisão Ampla da Pastoral. A iniciativa, assumida na Assembleia Diocesana de 1992, possibilitou um planejamento da caminhada pastoral com maior envolvimento de fiéis, pastorais, movimentos e organismos, o que possibilitou o fortalecimento da fé do povo de Deus e o conhecimento da realidade social e religiosa das comunidades a partir de pesquisas realizadas a partir das bases pastorais.

Em comunhão com as diretrizes lançadas pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), com solenidade e empenho de toda a pastoral diocesana, por meio do Projeto Rumo ao Novo Milênio, Dom Osvaldo realizou a celebração do Ano Santo Jubilar de 2000. Motivados por ele, as paróquias se empenharam na realização da Popular por ocasião do Jubileu do Ano 2000.

Mesmo com a chuva torrencial que inundou a cidade de Marília no dia 25 de novembro, milhares de fiéis compareceram na celebração realizada no Estádio Municipal Bento de Abreu Sampaio Vidal e celebraram com vigor o encerramento dos dois mil anos do nascimento de Jesus Cristo.

O ano de 2002 foi marcado pelas festividades do aniversário de 50 anos da Diocese de Marília. Com o lema “Vós sois da família de Deus”, toda a comunidade diocesana celebrou com o seu pastor as cinco décadas de evangelização na Alta Paulista por meio da Igreja Particular. Em concentrações regionais, missas foram celebradas em Garça, Tupã e Paulicéia, nas igrejas dedicadas a São Pedro Apóstolo, padroeiro da Diocese. No dia 18 de agosto deste mesmo ano, acompanhado pelos padres, religiosos, seminaristas e aproximadamente quatro mil fiéis, Dom Osvaldo foi ao Santuário Nacional agradecer a intercessão de Nossa Senhora Aparecida na caminhada pastoral diocesana.

A efetivação do Curso de Teologia para Leigos e Consagrados (CTLC) aconteceu no episcopado de Dom Osvaldo. Em 2001 os trabalhos foram iniciados na Região Pastoral I. Com empenho, em 2004 tem início na Região II e, em 2005, na Região III. Desde sua fundação, milhares de pessoas se formaram em suas cadeiras e, em suas comunidades paroquiais, dão testemunho e multiplicam o conteúdo aprendido.

Em 2004 aconteceu a constituição do Fundo Diocesano de Solidariedade (FDS). Existente há 12 anos, o FDS promove a dignidade humana e leva a presença de Cristo aos mais necessitados nas três regiões pastorais. Com isso, já beneficiou mais de cem entidades com quase um milhão de reais em contribuição.

COMUNICAÇÃO

Durante o governo de Dom Osvaldo aconteceu a elaboração e a ampliação dos meios de comunicação que levam a Boa Notícia do Evangelho aos quatro cantos da Diocese e do mundo. Em 1998 houve a criação do Informativo Diocesano No Meio De Nós e, em 2000, o site da Diocese.

ORDENAÇÃO EPISCOPAL

Em território diocesano, Dom Osvaldo pode presidir a ordenação episcopal de um filho da Diocese, Dom Paulo Roberto Beloto, natural de Adamantina e hoje bispo de Franca. Na cidade de Iacri, no ano de 2010, também ordenou Dom Frei Irineu Andreassa, bispo de Lages (SC).]

 

Texto: Tiago Barbosa