23
Seg, Out

Comunicador de Deus

Mensagens do Bispo

A Diocese de Marília está de luto pela partida do Pe. Manoel Cirino de Souza, nosso irmão e amigo; mas, ao mesmo tempo, nos confortamos por oferecer a Deus o dom valioso de sua vida consagrada. Cremos que de junto de Deus ele será nosso intercessor.

Consagrado para seguir Jesus, ele o seguiu com radicalidade, no sacerdócio vivido com generosidade e fidelidade: sua última missa, celebrada no Santuário da Vida, evidencia sua entrega de amor.

Diante do falecimento de Lázaro, Jesus chorou e, em conversa com as irmãs de seu amigo, Marta e Maria, Ele deseja que Marta não se deixe fixar no horizonte limitado da morte física, mas se abra à fé na Ressurreição. É isto, queridos irmãos e irmãos: diante da morte devemos pensar na vida eterna e não fixar-nos na perda.

Em nossa Diocese, o Padre Manoel fez seu itinerário de fé: foi um bom missionário que serviu a Igreja em Lucélia, Pracinha, Inúbia Paulista, Quintana, Herculândia, Parapuã e Flórida Paulista. Estava disponível para o trabalho onde dele fosse preciso, tendo como projeto de vida o seu lema presbiteral: “Apascentai o rebanho de Deus que vos foi confiado” (1Pd 5, 2). Ultimamente preparava-se, por decisão própria, para uma experiência missionária na Diocese de Ji-Paraná, em Rondônia.

Possuidor de um carisma próprio para a comunicação, celebrou mensalmente durante 17 anos na Rede Vida de Televisão, soube sentir com a Igreja e com seu bispo. E, por fim, viveu seus dias de Calvário na Unidade de Terapia Intensiva da Santa Casa de Misericórdia de Marília e, após a sua Páscoa, escutou do próprio Cristo: “Vem servo bom e fi el” (Mt 25, 21).

Rezemos pelos nossos irmãos Pe. Manoel Cirino, Reginaldo Oquiali e Adriano Cesar Bazzo, e peçamos para que tenhamos a mesma fé de Marta e Maria, fé capaz de ver além da morte. Quem crê em Jesus não morrerá para sempre. Pode passar pela sombra da morte, mas não morre, entra na vida: “Eu sou a ressurreição e a vida, quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá” (Jo 11, 25).

Nesta esperança de vida em plenitude que Nosso Senhor nos garante, desejo a todos um feliz 2017. Bom Ano Nacional Mariano!