18
Sab, Nov

Itra faz parceria para oferecer curso de Pós-gradução em aconselhamento pastoral

Seminários

O objetivo do Curso de Counseling-Aconselhamento é capacitar as pessoas ligadas à atuação pastoral, que ajudam na dinamização da vida paroquial ou outras instituições ligadas à vida da Igreja: escolas, asilos, orfanatos, casas de recuperação, etc., para atuarem de maneira eficiente e eficaz na promoção das relações humanas.

Oportunizar a profissionais de outras áreas de atividade, que também trabalham junto às comunidades eclesiais, como profissionais liberais, educadores e agentes de saúde, o acesso à compreensão e à discussão científica do fenômeno da ajuda.

Informações e Inscrições - Marília - Inicia em 18 de Março
LOCAL E DATA DO CURSO 2016
Instituto Teológico Rainha dos Apóstolos (ITRA)
Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, 826
(14) 3454-1600 - Aline
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Pe. Márcio José Cattache
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

* Investimento
Inscrição R$ 90,00
(BANCO ITAÚ- AG. 3707- C/C 08800.5- Soc. Educ.Editora IATES - enviar comprovante por email)
Mensalidade R$ 330,00

Tel.: (41) 3332-7947 c/ Dulcinéia
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. -
Site: www.iatescuritiba.com.br

NÚMERO DE PARTICIPANTES:
45 VAGAS

Conteúdos do curso de Counseling-Aconsonselhamento.

O curso segue, em linhas gerais, os conteúdos abaixo relacionados. Evidentemente que, em função dos grupos que se formam e em função da disponibilidade dos profissionais que atuam conosco, os conteúdos podem ser alterados e não necessariamente serão ministrados nesta sequência.

MÓDULO - 1:

1.Relação de Ajuda – Aconselhamento.
O Aconselhamento no dia a dia das paróquias e instituições eclesiais.
Este módulo é uma introdução à questão do aconselhamento. Sendo o termo aconselhamento utilizado de formas diferentes, esta disciplina propõe a discussão aprofundada de seu conceito e sua utilização. Enfrentar aqui a questão do Ver. Como e o que observar. O que podemos perceber quando na relação com o outro?

2. Conceitos de Aconselhamento, Relação de Ajuda e Counseling.
A partir de conceitos reconhecidos pela comunidade e associações de aconselhamento, levar os alunos à compreensão das definições e das diferenças dos processos terapêuticos de psicologia e de psiquiatria.

3. Habilidades interpessoais.
A partir da apresentação de conceitos básicos e dos principais estudos realizados na área de aconselhamento no Brasil, propõe-se a compreensão que a Associação Européia de Counseling tem do aconselhamento. Nesse módulo trabalhamos as habilidades da empatia, respeito, congruência, confrontação e coerência pessoal.

MÓDULO - 2.

4. Bases antropológicas e históricas do Aconselhamento.
Parte-se da noção de que, durante anos, os padres e religiosos deram conselhos conforme as percepções da fé. Levantamos as mais diversas visões que hoje influenciam a noção de homem, principalmente as teorias existencialistas e o que sucede ao homem pós-moderno. Mostramos que, na verdade, hoje é importante resgatar a auto-estima, entendendo o que é auto-estima.

5. O processo do desenvolvimento humano.
Levar à compreensão do ser humano a partir do seu nascimento passando pelos seus primeiros anos de vida, pela adolescência, juventude, maturidade e terceira idade. Uma visão ampla das mudanças que acontecem em cada fase da vida e as necessidades de cada fase.

6. Afetividade e sexualidade.
Trazer uma reflexão atualizada e sadia das posturas éticas, morais e educacionais. Colocar a ênfase no valor da sexualidade no processo relacional.

MÓDULO - 3.

7. Epistemologia.
A partir da reflexão epistemológica, propõe-se a compreensão da
pesquisa como fator de produção do conhecimento e a sua elaboração no modelo acadêmico.

8. Metodologia Científica.
A pesquisa como fator de produção do conhecimento e a sua elaboração no modelo acadêmico.

9. Ética.
A identificação dos pressupostos éticos e morais em relação aos seus interpretantes históricos – principalmente após a reestruturação social do capital a partir da segunda metade do século XX – na construção e manutenção do conhecimento e da justiça social.

10. Questões profissionais.
A disciplina propõe uma visão do Aconselhamento, mostrando que não é uma profissão, mas um instrumental que pode auxiliar na vida relacional paroquial e na percepção de situações críticas que devem ser encaminhadas para profissionais competentes tais como assistentes sociais, educadores, psicólogos e psiquiatras.

MÓDULO - 4.

11. Teoria e prática do Aconselhamento individual.
A partir do conhecimento e compreensão dos dinamismos relacionais no modelo de ajuda de Marcio Miranda, a disciplina vai oferecer ao aluno um instrumento muito útil para a percepção do papel que ele desempenha no relacionamento interpessoal, na gênese, no desenvolvimento e na manutenção dos quadros de dependência relacional, bem como sua importância no auxilio para que as pessoas possam ser mais responsáveis e autônomas em suas vidas.

12. Teoria e prática do aconselhamento em grupos.
Todos os grupos religiosos podem ser fonte de saúde ou de doença. É fundamental a compreensão de que o auxílio dado ao ser humano é que ele aprenda a ser solidário e possa construir relações grupais sólidas. O modelo básico é a utilização das percepções e dinâmicas de Silvino José Fritzen.

13. Teoria e prática do aconselhamento de casais.
Dos segmentos populacionais específicos, as famílias são o ponto de integração social. São o grupo que necessita maior apoio hoje, no sentido de construção de um espaço saudável de diálogo. Esse módulo deve estimular a escuta do casal e a capacidade de dialogar e perdoar. Também mostrar ao casal a necessidade de se abrir e procurar profissionais que os auxiliem no equilíbrio financeiro, sexual e de crescimento interpessoal.

MÓDULO - 5.

14. Noções básicas de psicopatologia.
Da conceituação e discussão teórica para que se compreenda a seriedade da vida humana, propõe-se a compreensão da percepção de que muitos fenômenos não pertencem simplesmente à esfera da fé ou da boa vontade do indivíduo. O que se pretende é dar um mínimo de conhecimento básico sobre neuroses, psicoses e outros.

15. Compreensão de alguns teóricos da psicologia
Uma visão ampla da teoria e vida de Viktor Emil Frankl, Carl Rogers, Albert Ellis que poderão ajudar na compreensão do ser humano. E como eles valorizaram a vida.

16. Compreensão da visão de Carl Gustav Jung.
Como é vista a integração do fenômeno transcendental e religioso.

17. Compreensão de noções de gestalt.
Perceber que o aqui e agora é importante e pode mudar a qualidade de nosso estar presente junto aos outros.

18. Compreensão de noções de psicodrama.
Para nós, o fundamental é perceber a importância do outro. Aqui entram as concepções de Martin Bubber sobre o eu e o Tu relacional.

19. Integração da Psicologia, Teologia e Filosofia.
Capacitar o aluno para a compreensão dos avanços da ciência da psicologia na compreensão do ser humano e que esses processos podem integrar-se com a reflexão filosófica e teológica da realidade, sem necessariamente entrar em contradição, mas encontrando um ponto comum entre si.

MÓDULO - 6
20. Seminário Avançado.
Esse módulo corresponde à produção de um trabalho de conclusão de curso que demonstre um mínimo de compreensão dos estudos realizados (e / ou seminários complementares).