18
Qui, Jan

Frei Lucas faz profissão perpétua em Marília

Congregações Religiosas

Em celebração eucarística que reuniu cerca de 800 devotos, o frade Lucas Lisi Rodrigues fez seus votos religiosos de pobreza, obediência e castidade. “O homem vale o que é diante de Deus e mais nada” foi o pensamento de São Francisco que o jovem frei escolheu como lema.

No último dia 21, sexta-feira, tendo como testemunhas aproximadamente 800 fieis de inúmeras localidades, inclusive da região amazônica, o jovem frade Lucas Lisi Rodrigues se ajoelhou diante do ministro custodial frei Flaerdi Valvassorie e prometeu viver como eterno aprendiz de São Francisco de Assis tendo como norma de vida o Evangelho de Jesus Cristo e os votos de obediência, pobreza e castidade.

O gesto, aparentemente simples, marca profundamente a vida religiosa consagrada, pois remonta a promessa solene que, no sistema feudal, os indivíduos faziam aos seus senhores, tornando-se, assim, dependentes deles. Desta maneira, frei Lucas publicamente manifestou seu desejo de se entregar definitivamente ao Reino dos Céus como frade franciscano, confiando-se inteiramente como subordinado de Deus.

Esse momento especial na vida de toda a Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus e da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, do bairro Fragata, foi celebrado com fervor e alegria pelos familiares do frei Lucas, por seus amigos, pela comunidade mariliense e por inúmeros confrades, padres diocesanos, religiosos, religiosas e seminaristas.

Natural de Ribeirão Preto (SP), Rodrigues ingressou na Ordem dos Frades Menores há nove anos, desde então, já trabalhou, respectivamente, nas cidades de Olímpia (SP), Catalão (GO), Marília (SP) e Monte Alegre (PA). Neste ano, retornou da experiência missionária na região amazônica e reside novamente em Marília onde trabalha na Paróquia do Fragata e cursa o bacharelado em Teologia na Faculdade João Paulo II (FAJOPA).

Segundo ele, inúmeras dificuldades o acompanharam nesta caminhada vocacional, porém, a graça de Deus sempre o fortaleceu e, por isso, pode dar esse passo significativo em sua vida consagrada. “Momentos de crises e dúvidas, medos e incertezas me cercaram, mas Deus sempre me conduziu, apresentando-me pessoas que me ajudassem a dar passos e a ver a grandiosidade da manifestação de Deus”, disse.

Frei Lucas foi recebido com entusiasmo por todos que o acompanharam em sua profissão solene e afirmou ser uma oportunidade especial poder jurar seus votos perpétuos durante o ‘Ano da Vida Consagrada’, proclamado pelo papa Francisco. “Esta é a concretização de nove anos de caminhada, de uma vida de amor, alegria e dedicação a Deus. Trata-se de minha entrega definitiva a Altíssimo, por meio dos meus votos de pobreza, obediência e castidade”, concluiu.

Para guia-lo nesta etapa definitiva, o jovem frei escolheu como lema a seguinte frase de seu ‘Pai seráfico’, São Francisco: “O homem vale o que é diante de Deus e mais nada”.