25
Dom, Jun
0 Novos artigos

Pe. Ricci da Diocese de Bauru é nomeado bispo

Sul 1 e Sub-Região de Botucatu

Pe. Luiz Antônio Lopes Ricci, pároco de São Cristóvão da Diocese de Bauru é nomeado bispo, irá trabalhar na Arquidiocese de Niterói (RJ) como bispo auxiliar

Dom Luiz Antônio Lopes Ricci é de 1966, nativo de Bauru. Estudou Filosofia e Teologia em Marília (SP) e em Roma, na Academia Alfonsiana, obteve mestrado e doutorado em Teologia Moral. Em seguida, frequentou o pós-doutorado em Bioética no Centro Universitário “São Camilo” em São Paulo.

Ordenado sacerdote em 1997, foi incardinado em Bauru, tendo sido reitor do Seminário Provincial de Marília; administrador paroquial em Cabrália Paulista e Piratininga (SP); assistente espiritual do Movimento “Encontro de Casais com Cristo”; coordenador diocesano de pastoral; professor da Faculdade João Paulo II em Marília; vigário-geral; membro do Conselho presbiteral e do Colégio de Consultores.

Desde 2016 é Diretor da Faculdade João Paulo II em Marília.

Monsenhor Ricci escreve sobre sua nomeação:

”No ano Nacional Mariano, no Tempo Pascal e no Domingo do Bom Pastor, venho por meio desta manifestar minha sincera gratidão a Deus, Uno e Trino, pelo dom da vida cristã, vocação sacerdotal e por me chamar, por meio da Igreja, na pessoa do Santo Padre, o estimado Papa Francisco, para o Ministério Episcopal, nomeando-me Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Niterói. Confesso que fiquei surpreso com a nomeação, acolhida com gratidão e confiança, após intenso e sofrido discernimento. Sempre acreditei e experienciei que quando Deus dá uma missão, oferece-nos também os meios para bem cumpri-la, em seu nome, por amor e com amor. Diante de tantos fatos que ocorreram em minha vida posso afirmar: “Senhor, em tudo engrandeceste e glorificaste o teu povo, sem deixar de assisti-lo, em todo tempo e lugar o socorreste” (Sb 19,22). Chegou a hora de partir, pois “há um momento oportuno para cada coisa debaixo do céu” (Ecl 3,1). (...)

Minha saudação primeira vai para a Arquidiocese de Niterói, pela qual rezo desde a minha nomeação e que em breve me acolherá. Saúdo o caríssimo pastor e irmão Dom José Francisco Rezende Dias, nosso Arcebispo, que me acolheu de modo muito cordial e fraterno, o Arcebispo Emérito Dom Frei Alano Maria Pena, OP, o Presbitério, Religiosos e Religiosas, Seminaristas e Vocacionados, Pessoas de Boa Vontade, Autoridades, Meios de Comunicação e todo o Povo de Deus que serve a Cristo, Bom Pastor. Estarei entre vocês como servidor e aprendiz. Espero poder contribuir, contando sempre com a Graça de Deus. Após a comunicação que recebi com “temor e tremor” (Fil 2,12), a primeira imagem que me veio foi a da Ponte Rio-Niterói. Desejo ser um operário na Vinha do Senhor, construtor de pontes, na comunhão eclesial e solidária, colaborando para “aterrar os vales e aplainar montanhas e colinas” (cf. Lc 3,5), como anunciou São João Batista, Padroeiro da Arquidiocese de Niterói. (...)

Aproveito a ocasião para convidar e comunicar que a minha Ordenação Episcopal foi agendada de comum acordo, entre a Arquidiocese de Niterói e a Diocese de Bauru, para o dia 16 de Julho, Domingo, Memória de Nossa Senhora do Carmo, às 15h, em Bauru – SP.

Rezem por mim!

Que Nossa Senhora Auxiliadora, Co-padroeira da Arquidiocese de Niterói juntamente com São João Batista, intercedam por mim, para que eu possa permanecer nos passos e atitudes de Cristo, Bom Pastor, sendo testemunha de sua Ressurreição.

Obrigado Senhor! Confio e espero em Ti!”

L. A. L. Ricci